A Medicina Tradicional Chinesa (MTC) oferece uma perspectiva holística de mente, corpo e alma. A sua opinião é que comer saudável não é apenas sobre o que você come e donde os alimentos vêm. A medicina tradicional chinesa é sobre toda a experiência de comer e até mesmo o seu estado de espírito quando você está a ingerir a comida.

Isso significa que tudo o que pensamos e sentimos afecta a energia que flui através do nosso corpo, o que também se pode se manifestar no sistema digestivo. Se você está a sofrer de distúrbios digestivos, os médicos chineses tradicionais olham primeiro para o estômago e o baço.

Os médicos da MTC acreditam que o estômago e o baço são os principais responsáveis pela digestão, absorção de nutrientes e transformação de alimentos em “Qi” (energia) e sangue. Se houver algum desequilíbrio ou se a energia não estiver fluindo correctamente, podem-se observar sintomas como fadiga, plenitude, dor, vómitos e falta de energia.

Algumas dicas básicas de profissionais da MTC sobre alimentação saudável

  • Evitar o stresse e ansiedade

Há um ditado na MTC que diz: “Ansiedade prejudica o sangue”. Portanto, as questões digestivas são normalmente os primeiros sinais de stresse. Isso pode ser explicado pelo facto de que quando o corpo está sob stresse, este libera adrenalina. A adrenalina eventualmente inibe o bom funcionamento do sistema digestivo.

Reduzir o stresse e a ansiedade aliviam sintomas como constipação e síndrome do intestino irritável. Além disso, o seu estado de espírito emocional também é um grande factor. Assim, assegure uma boa digestão concentrando-se em relaxar e desfrutar da sua refeição. Esta é uma crença que é partilhada pelos profissionais de medicina ocidentais e comprovada por estudos científicos também.

  • Menos é mais

Uma das coisas mais impressionantes que os ocidentais notarão pela primeira vez que jantam na China (ou na maioria da Ásia) é quão menores as porções são. A verdade é que a porção ocidental padrão é muito mais do que o estômago de uma pessoa normal pode lidar. De acordo com a MTC, o primeiro passo para o consumo saudável de alimentos é limitar a ingestão de alimentos. Na verdade, os chineses dizem “coma até que você esteja dois terços cheio”.

Estudos científicos chegam à mesma conclusão. Comer menos é comprovado ser bem sucedido para prolongar a sua vida útil e evitar doenças como cancro e doenças cardíacas. No MTC, quando o sistema digestivo está cheio, fica lento. Assim, não pode desintoxicar e eliminar todos esses alimentos. Na melhor das hipóteses, você deve parar antes de consumir demais.

  • Procure por qualidade

Quando você come menos, você pode se concentrar em comer alimentos de melhor qualidade. Troque alimentos modificados e processados para ingredientes mais naturais e orgânicos.

Além disso, os praticantes da MTC, sugerem que você deve se concentrar no gosto. Consumir alimentos saborosos o tornam mais satisfeito e resulta em melhor digestão. Você ficará inclinado a comer menos quando diminuir a velocidade para apreciar o sabor maravilhoso.

  • Cuidado com o tempo

A medicina chinesa tradicional acredita que o corpo segue uma linha de tempo específica sobre quando a energia é maior. As manhãs são as melhores para a digestão, enquanto as noites são mais fracas. É por isso que o pequeno-almoço é considerado a refeição mais importante.

Muitos estudos também apoiam isso. Os comedores de pequeno-almoço são mais capazes de regular o seu peso, evitar diabetes e gerir níveis de energia ao longo do dia.

Outro factor vital é o tempo e a quantidade de jantar. Comer um jantar leve cedo também ajuda à gestão do peso.

  • Proteja o seu “fogo digestivo”

De acordo com a MTC, a digestão é um processo natural do corpo que depende do equilíbrio (“Yang”) do baço e dos rins. A digestão é um processo quente e o frio o afecta negativamente. É por isso que alimentos e bebidas frias não são recomendados por médicos chineses.

Os médicos chineses acreditam que as gorduras se solidificam e o alimento se torna uma lama que diminui e estagnam a digestão. Recomendam cozinhar legumes levemente ou mexer com fritos para manter os nutrientes importantes, mas aquecê-los para uma melhor digestão.

  • Uma dieta balanceada

Uma dieta equilibrada não se refere apenas a comer uma variedade de alimentos, mas ao equilíbrio dos cinco sabores. A medicina tradicional chinesa acredita que cada um desses cinco sabores contribui para uma boa digestão. Omitir um deles levará a consequências negativas.

Por exemplo, alimentos azuis ajudam a digerir gordura e incentiva o bom movimento do Qi do fígado. Sem este, o fígado torna-se lento e não consegue regular o apetite do estômago.

Medicina tradicional chinesa e dietas baseadas em plantas

A medicina tradicional chinesa encoraja você a aproveitar a sua comida mais. O prazer da comida tem uma enorme influência na saúde e eficácia do seu sistema digestivo.

Apreciar a sua comida também significa optar por ingredientes de qualidade e uma variedade de sabores. E, claro, escolha uma dieta equilibrada e ampla de grãos integrais, legumes, frutas, vegetais, nozes e sementes.

Sente-se para as refeições sem preocupações e você assegurará que seu corpo irá processar os alimentos adequadamente. Masque sua refeição deliciosa lentamente. Saboreie o sabor para que você também acabe comendo menos.

Por último, não se esqueça de se divertir enquanto prepara comida!